press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom

O CAOS COTIDIANO NAS TRANSPARÊNCIAS DA MATÉRIA.


       Esse trabalho tem como base o uso do negativo fotográfico sem cortes entre um fotograma e outro. O resultado é uma imagem panorâmica, onde tudo acontece no mesmo espaço-tempo. A transposição deste “negativo panorâmico” foi feita por uma impressora matricial sobre formulário contínuo carbonado. O filme é então rematerializado em papel carbono como um novo negativo. A imagem é de um momento transitório entre o bairro do Ipiranga e a Av. Faria Lima, na capital de São Paulo. 

Publicação em formato de livro sanfonado, limitada em 8 copias.

 

Fotografia de 2015 | Impresso em 2018. 

Essa peça faz parte da biblioteca do IMS Paulista, São Paulo, e do Museu Victoria and Albert, Londres.

Formato 15 paginas de 375x289 em formulário continuo, de duas vias carbonado, no formato sanfonado com dimensão total de 37,5 x 380,29 cm, edição e publicado pelo artista.